sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Porque? Não aprendemos?


Confesso que tive alguma dificuldade em escolher o primeiro post para este blog mas devido aos acontecimentos desta semana resolvi começar pela sinistralidade rodoviaria.

Vou deixar aqui um pequeno resumo desta semana:

Só esta sexta-feira há registo de um choque frontal no IP2, em Portel, que obrigou ao corte desta via numa extensão de 20 quilómetros e causou dois feridos, de um acidente aparatoso entre um autocarro e um ligeiro, em Santa Maria da Feira, que fez um morto e cinco feridos e ainda um atropelamento mortal na fatídica A23.
Na quinta-feira, um pesado esmagou um automóvel no IC2. Resultado: uma vítima mortal, e a via cortada durante horas. Mas houve mais acidentes: um despiste em Beja, com um morto e dois feridos graves, uma carrinha destravada que entrou numa oficina em Torres Novas e provocou dois feridos; e uma colisão em Faro entre um ligeiro de mercadorias e um pesado, na Via do Infante, que causou um morto e um ferido e obrigou ao corte da circulação no sentido Faro-Espanha. Na terça-feira, as autoridades davam conta de um acidente entre dois carros com dois mortos a lamentar. O embate aconteceu à noite, na EN125, e obrigou ao corte da via nos dois sentidos.
O Eixo Norte Sul também foi cortado logo de manhã devido ao derramamento de combustíveis e óleos resultante de um acidente entre dois pesados e um ligeiro. Pouco depois, o despiste de um automóvel no IC-19 causava um morto.
Mas a semana começou com um dos mais trágicos acidentes rodoviários desde a queda da ponte de Entre-os-Rios. Um carro embateu na traseira de um autocarro e os dois caíram numa ribanceira. O acidente, na A23, causou 16 mortos e mais de 20 feridos.
Há ainda a registar um acidente com um ferido na VCI, que envolveu três carros e consequente capotamento; um morto num acidente em Torres Vedras e outro em Albufeira, na EN125. De manhã, também na segunda-feira, um triplo atropelamento numa passadeira chocou o país. Avó e dois netos, de quatro e seis anos, foram colhidos quando atravessavam a rua junto ao Estabelecimento Prisional de Tires. A criança mais velha, de seis anos, foi projectada e voltou a ser atropelada por outro carro. Não resistiu aos ferimentos.
Também na quarta-feira, desta vez na Figueira da Foz, uma deputada municipal foi mortalmente atropelada. O marido ficou ferido.

E estes são os que nós temos conhecimento.

Peço que reflictam sobre isto e não queiram ser noticia.

8 comentários:

António Balbino Caldeira disse...

Parabéns ao Pedro mpela aventura da criação de um blogue. Continue!

Hélio disse...

Uma pergunta fica no ar: porquê este subito interesse da imprensa em acidentes de viação? Todos conhecemos a estatistica que nos é apresentada todos os anos, com um elevado nº de mortos... todos sabemos as causas, as razões mas ninguem pega nas soluções... não se pegam porque não se falam e até lá vai-s rezando que não nos toque a nós... Não critico a atenção dos "media" sobre o assunto, critico as "subitas" atenções que surgem, normalmente, em épocas predefinidas... Assim não se vai lá... Parabens pela criação do blog! Que muitos posts se sigam!

Brancamar disse...

Obrigada pela sua visita ao meu blog. Também não estou por aqui há muito tempo, vai ver que se aprende depressa.A primeira semana é que custa mais, até se pôr a casa em ordem.
Parabéns e bem vindo!
Começou bem, com um tema que nunca é demais lembrar num país onde há tanta falta de civismo na estrada.Já dei o meu voto no fundo da página.
Apareça sempre.

Maria disse...

Vim conhecer-te.......

Maria Clarinda disse...

Obrigada pela visita ao meu cantinho, gotei de te ter lá.
à tua lista imensa acrescento outro triplo atropelamento aqui perto em Tires, que colheu uma avó e dois netos, um dos quais faleceu atropelado duplamente...e assim vamos.
;(Jinhos

Carol disse...

E um atropelamento grave em Ílhavo, na estrada 109...
Este interesse súbito não é, de facto, casual, mas o mais importante é que se pense nas vítimas, nos números assustadores que fazem as nossas estatisticas.
Parabéns pela estreia e obrigada pela visita que fez ao meu cantinho.

~the girl with no name~ disse...

gostei do blog, está no inicio mas promete, tocas e escreves sobre assuntos mto pertinentes no nosso pais. obrigada pela tua visita e comentario,volta sempre que quiseres! ;)

ternura disse...

Pois é pedro, infelizmente a realidade nas nossas estradas está à vista de toda a gente.
Lamento muito sinceramente todos os acidentes acontecidos e mais lamento as percas humanas, porque essas é que são de lamentar.
A que se deverá tudo isto?
Eu julgo que não tem só uma causa, mas várias, entre elas: a falta de civismo na estrada; mau piso; o código da estrada e as suas penalizações; erros na construção de vias rapidas e itenerários principais; a não adequação da condução ao estado do tempo e ao estado das próprias estradas,as falhas nos carros e a economia nacional entre outros.
BOAS BLOGUICES E BOM S. MARTINHO